Para baixar o PDF ou obter a versão impressa, clique na imagem abaixo:Livro Desejável Mundo Novo - Baixe Aqui o PDFilustração: Claude Giordano
Deixe seu comentário sobre o livro no blog Desejável Mundo Novo

lala

 

Compartilhe

reference to undefined name 'addthis' Exception of type 'MindTouch.Deki.Script.Runtime.DekiScriptUndefinedNameException' was thrown. (click for details)

Índice Multidimensional de Riqueza

Page last modified 15:35, 17 Ago 2009 by  lala

De $1

    Tabela de conteúdos
    sem cabeçalhos

    “Afirmação Aspiracional”

    Uma notícia em 2020

    A União Européia, último bloco econômico a adotar o Índice Multidimensionl de Riqueza (IMR), consolida o modelo desenvolvido pela ULA – União Latino-Americana, criada a partir da crise econômica global de 2008. Tanto o conjunto de indicadores quanto as novas moedas do IMR permitem o equilíbrio na gestão do quadripé da Sustentabilidade Integral : as dimensões econômica, ambiental, social e cultural, mensuradas por meio de métricas quantitativas e qualitativas. O novo modelo vigente,que prioriza valores humanos e recursos intangíveis (conhecimento, criatividade e cultura ), alcança seus objetivos de gerar políticas publicas e privadas baseadas no conceito de interdependência e voltados para a qualidade de vida da humanidade no planeta. A partir dos resultados de 2017 na África, podemos afirmar que alguns vetores deste sucesso foram a gestão multisetorial, educação transdisciplinar, produção colaborativa, ação em redes e o empoderamento de comunidades. Hoje , podemos afirmar que a re-significação de riqueza como “abundância que não gera escassez” é uma realidade.

    “ Se qualquer coisa fosse possível, projetamos:

    Nome: Indíce Muldimensional de Riqueza: novos indicadores, moedas e fluxos.

    Frase Aspiracional : “Indicadores Multidimensionais de riqueza geram Sustentabilidade Integral para a humanidade e o planeta.”

    Maquete simbólica realizada pelo grupo– síntese inspiracional

    Protótipo:

    Indíce Muldimensional de Riqueza inclui:

    A) Moedas/métricas relativas ao quadripé da Sustentabilidade Integral (dimensões ambiental, social, cultural ...e econômica) que permitam sua mensuração, avaliação, intercâmbio. Medir desenvolvimento e sustentabilidade só pelo valor econômico é como tentar medir litros com régua. Capital humano e cultural; capital social, capital tecnológico e ambiental permitem que diversidade cultural e natural, solidariedade, articulação, saberes e fazeres tradicionais, criatividade, possam integrar a equação do desenvolvimento sustentável.

    B)Conjunto de indicadores de riqueza, norteados pelo conceito de interdependência e valores humanos e que, ao abranger as dimensões do quadripé da Sustentabilidade Integral promovam equilíbrio entre o material, tangível e o intangível visando qualidade de vida.

    C)Legislação e políticas que transformem e regulamentem os fluxos econômicos e sociais que vão voabilizar a aplicação do IMR.

    ENVOLVIDOS:

    - Força Tarefa multisetorial e transdisciplinar para desenhar a base do processo que seria em seguida desenvolvido por grupo de trabalho transdisciplinar.Eixo: sustentabilidade, inovação, desenvolvimento, cooperação. - Instituições cujo trabalho já contenha referencia no tema; seleção de profissionais de perfil transdisciplinar originários instituições de ensino ( ambiente; direito, comércio cultura, política, desenvolvimento etc). Inclui “praticantes” e “pesquisadores”.

    Indicadores/cronograma

    Curto Prazo:

    Pesquisa preparatória:

    -Antecedentes: Experiências e informações no tema (Ex: FIB, Icons 2003, Indicadores de Sustentabilidade de Nações e outras publicações, Economia Criativa e Desenvolvimento Sustentável, Moedas Solidárias) Pesquisa de instituições e nomes para integrar a Força Tarefa inicial ( Modulo Moedas, Modulo Indicadores, Modulo regulamentação dos Fluxos)

    3 meses:

    - Distribuição de material preparatório resultante da pesquisa - Primeira reunião da Força Tarefa para fazer as bases do projeto e ver quais os grupos de trabalho em cada módulo

    Longo Prazo:

    6 meses:

    -Design de campanha de comunicação e mobilização para ir preparando terreno para a mudança simultâneamente aos grupos de trabalho Grupos de trabalho nos 3 módulos

    1° ano:

    - primeiro desenho apresentado - segue campanha de preparação de terreno, agora realizada pela sociedade que já se mobilizou

    2° ano:

    - experiência piloto (ex: município), monitoramento, adaptações necessárias - campanha multiplica resultados obtidos e inicia preparação de terreno em outros

    3° ano:

    - implementação versão beta em âmbito ampliado ( ex: Estado) - inicio campanha de sensibilização/mobilização em esferas mais abrangentes : exterior